Archive for the ‘ Restaurants ’ Category

Nobu I Armani – Milan

Twister Restaurant by Sergey Makhno and Vasily Butenko – Kiev – Ukraine

Ramses Restaurant by Starck – Madrid – Spain

Mugaritz Restaurant 3rd!!- San Sebastian – Spain

El Celler De Can Roca I Top 10 Restaurants in the World I Girona – Spain

It is always difficult to translate written words on paper the feelings that are experienced through the senses, but also when you face the responsibility of having to count as has been the experience in one of the best restaurants in the world, even more complicated not only by the fear of not knowing how to convey that pinch in my heart that I gave one of the snacks, or the sensuality of something that slips inside your throat, but it is said so much and so well expressed that I wonder what remains to be added.

The restaurant is housed in two buildings, one is a nicely restored old house, which is located the kitchen, and the other is a functional building of simple lines, which is the dining room and lounge for coffee and where is the cigar cellar, which currently is inactive.

Noma – The Best Restaurant in the World – Copenhagen I Denmark

Pelo segundo ano consecutivo, o restaurante Noma, em Copenhagen, foi eleito o melhor do mundo Restaurant, no topo da prestigiada ’50 San Pellegrino World’sBest Restaurants.
Então, não espere o azeite e outros ingredientes que não são escandinavos, quando você visita o restaurante localizado em um armazém do século 18 no porto de Copenhagen.
O cozinheiro chefe executivo René Redzepi se concentra em produtos regionais,como o camarão do norte, salmão selvagem, algas, frutos foraged e bois-almiscarados. O conceito por trás Noma por trás do movimento New Nordic Cuisine e é criar uma cultura indígena de alimentos especificamente para a região Norte, usando produtos regionais, em alguns casos ainda a ser descoberto em uma inovadora e sustentável maneira. O sucesso da Noma é no âmbito da mostra de reconhecimento que a Dinamarca tem na cozinha de classe mundial.

Lafayette Organic

Desde meados dos anos 1980, a elite francesa desfila pelos corredores das Galeries Lafayette atrás de produtos de marcas de luxo. Tudo começou com uma pequena mercearia de 70 metros quadrados no número 1 da rua La Fayette. Hoje, porém, o ateliê de prêt-à-porter se transformou numa rede gigante com 650 lojas de departamento, 4,3 mil funcionários e um faturamento de mais de 5 bilhões de euros. Mas o privilégio de usufruir das Galeries deixou de ser apenas dos franceses e dos turistas que passam pela França. Depois de chegar a Dubai e ao Marrocos nos últimos dois anos, em 2013 será a vez dos chineses desfrutarem do luxo da rede.

O conceito das Galeries Lafayette é o de oferecer em um só espaço dezenas de marcas de roupas de luxo como Paul Smith, Burlington, Armani, Calvin Klein e Ralph Lauren, de bijuterias como  Agatha, Swarovski, Guess e Cartier e também de decoração, como Jardin d’Ulysse, Sia e Carré Blanc. Mas, ao longo dos anos, a rede também se firmou com suas criações pessoais com as marcas Cadet Roussel, Kids Grafitti, Miss Avant Première, Avant Première, Briefing e Jodhpur.

Satisfazer o sonho de consumo dos seus clientes, no entanto, parece não ser a única preocupação das Galeries Lafayette. Recentemente, a rede inaugurou um restaurante orgânico no térreo da sua loja do Boulevard Haussmann, em Paris, para atender a demanda cada vez maior por uma alimentação saudável. Com uma arquitetura diferenciada, o Lafayette Organic foi planejado pelos designers da prestigiada agência Jouin-Manku. Patrick Jouin e Sanjit Manku fizeram do restaurante uma interpretação bem contemporânea da cozinha orgânica. A transparência é onipresente para tornar o espaço visível do lado de fora, assim como a cozinha, onde as refeições são preparadas no último minuto. No interior, sentados em bancos altos, os clientes relaxam com a ampla luminosidade do ambiente graças as suas imensas janelas.

Preparadas no local para preservar o frescor dos produtos, todas as receitas possuem o certificado orgânico. O menu explora o uso de ingredientes da região de Île-de-France, de Feucherolles e de Perche. Salgados a base de queijos franceses, pães de Garrigue, frutas frescas e chocolate quente orgânico. Tudo para repor as energias dos clientes antes das compras. Os produtos podem ser consumidos no local ou retirados para viagem.